0

Vacinas recomendadas para as gestantes

Além de garantir a prevenção da mulher com o calendário de vacinação recomendado para todas as pessoas em idade adulta, o esquema de imunização das gestantes beneficia o bebê ainda no útero, já que ele recebe os anticorpos preparados da mãe. Se a carteira estiver atualizada antes da gestação, não é necessário tomar outra dose ao engravidar. Nesse caso, as mães só tomariam as vacinas específicas para o público, como acontece com a vacina contra a Influenza,por exemplo.

Veja, abaixo, a tabela de vacinação recomendada para as gestantes.

Vacinas recomendadas para gestantes
IntervaloVacinaEsquema
Início
Dupla adulto: dT
Hepatite B
 1ª dose
 1ª dose
 2 meses depois do início
Dupla adulto: dT
Hepatite B
 2ª dose
 2ª dose
6 meses depois do início
Dupla adulto: dT
Hepatite B
 3ª dose
 3ª dose
Em qualquer fase da gestaçãoInfluenza - 
A cada dez anosDupla adulto: dT Reforço


Descrição das vacinas:

Vacina Dupla do tipo Adulto – dT

São três doses, com intervalo de 60 dias entre as doses . (Também é possível considerar o intervalo mínimo de 30 dias entre as doses, para não haver perda de oportunidade de vacinação). Caso a gestante tenha recebido a última há mais de 05 anos, deve-se antecipar o reforço tão logo seja possível. A última dose deve ser feita no máximo até 20 dias antes data provável do parto

O uso da vacina dT durante a gestação deve seguir o esquema recomendado nos calendários de vacinação do adolescente e do adulto:

- gestante não vacinada e ou com situação vacinal desconhecida: iniciar esquema o mais precocemente possível, independente da idade gestacional;
- esquema incompleto (1 ou 2 doses): em qualquer período gestacional, completar esquema, com intervalo de 60 dias entre as doses. Fazer a última dose no máximo até 20 dias antes da data provável do parto;
- esquema completo, sendo a última dose feita há mais de 5 anos: administrar dose de reforço tão logo seja possível, em qualquer período gestacional;
- esquema completo, com a última dose feita há menos de 5 anos: não vacinar.

Vacina Hepatite B (recombinante)

Também são três doses, com intervalo de 30 dias entre a primeira e a segunda e de 180 dias entre a primeira e a terceira. Na impossibilidade de realizar a sorologia anti-HBs, deve-se sempre avaliar o estado vacinal da gestante e vacinar.

Por considerar os riscos da gestante não vacinada de contrair a doença o Programa Nacional de Imunizações reforça a importância da mesma receber a vacina hepatite B em qualquer período gestacional, independente da faixa etária.

Recomendação de acordo com a situação apresentada:
- gestantes com esquema incompleto: completar esquema;
- gestantes com esquema completo: não vacinar.

Vacina Influenza

A vacina influenza é recomendada a todas as gestantes em qualquer período gestacional. O rograma Nacional de Imunizações disponibiliza a vacina na rede pública de saúde a todas as gestantes, durante a campanha anual contra influenza sazonal. Esta recomendação deve-se ao ocorrido anteriormente durante a epidemia da influenza sazonal, pandemias anteriores e com a pandemia pela influenza A (H1N1) 2009, nas quais a gravidez colocou as mulheres saudáveis em risco aumentado, sendo as gestantes consideradas de alto risco para a morbidade e a mortalidade, reforçando a necessidade da vacinação.


Leia mais:

A partir do 2º semestre, gestantes serão vacinadas contra coqueluche

Fonte


  • http://www.ebc.com.br/infantil/para-pais/2013/02/vacinas-recomendadas-para-as-gestantes
  • Ministério da Saúde